Amazonino anuncia apoio ās prefeituras do interior do Amazonas

O governador Amazonino Mendes reuniu 58 prefeitos do Amazonas, na Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), bairro Aleixo, zona centro-sul de Manaus, sexta-feira (09/03), para anunciar que o Governo do Amazonas está aberto à formalização de convênios para apoiar ações das administrações municipais em diversos setores. Durante a reunião, o governador lançou o “Fórum Fundiário”, que vai percorrer os municípios amazonenses para a regularização de terras.

Segundo Amazonino, a reunião institucional serviu para estreitar a relação do Governo do Estado com as prefeituras, estimulando a apresentação de propostas de convênio que possam corrigir problemas que assolam as gestões municipais. Durante o encontro, Amazonino ouviu as principais demandas de cada gestor.

“O que o Governo quer fazer é uma integração prefeito e governo. Fizemos uma reunião geral institucional e ficou muito claro para a gente a necessidade de prestar socorro aos municípios que estão em situação agônica há muito tempo, em todos os setores. Trocamos ideias sobre o que é mais importante a se investir, onde há a maior angústia administrativa. Ficou muito claro que tem problema de água, saúde, segurança, infraestrutura. A questão das vicinais para a produção. Vi muita conscientização. Muita preocupação por parte dos colegas prefeitos em resolver essas pendências que há muito tempo aguardam a ajuda do Governo”, ressaltou o governador.

O valor para aplicação do recurso nas prefeituras municipais ainda não foi definido, mas, segundo o governador, será maior que os R$ 300 milhões oriundos de um empréstimo com o Banco do Brasil que deverão ser liberados em breve.

“Primeiro vamos ver o tamanho do problema (de cada prefeitura). A gente vê o tamanho do problema e de outro lado vê o tamanho dos recursos. Nós estamos também aguardando um recurso originário de um empréstimo que não tem nada a ver com o que estamos fazendo hoje, e que está em andamento no Banco do Brasil. Parte desse recurso, desse empréstimo, já vai ser destinado ao interior, dois terços desse empréstimo para o sistema viário. O que estou fazendo agora é mais um adicional dessa receita do próprio estado”, explicou.

Recuperação – O governador ressaltou que a celebração dos convênios com as prefeituras só será possível em razão do trabalho que o novo governo vem fazendo para organizar a máquina administrativa. “Vamos celebrar convênios baseado no excesso de arrecadação que já sabemos que vai ter e, com isso, minorar e dar alento nas questões de saúde, educação, vicinais, e infraestrutura. Está claro que o estado se recuperou. O estado está recuperado. O estado para poder fazer isso, nós que assumimos em outubro do ano passado, chegar agora no mês três do ano de 2018 e podendo fazer isso, é uma coisa realmente extraordinária”, frisou.

O prefeito de Amaturá, Joaquim Corado, enalteceu o apoio oferecido pelo governador aos gestores municipais na realização de investimentos nos setores da saúde, educação, segurança, infraestrutura, entre outros. &

12/03/2018